As montanhas de gelo de Plutão

E as novidades com relação a Plutão não param de chegar! A NASA divulgou ontem novas imagens enviadas pela sonda New Horizons que mostram mais detalhes sobre a superfície do planeta-anão.

Algumas fotografias mostram que o astro possui montanhas de gelo com mais de 3.300m de altura, uma altura que supera de longe a do Pico da Neblina (o ponto mais alto do Brasil), o que fez com que alguns cientistas comparassem a cadeia de montanhas à cordilheira das Rochosas (localizadas na América do Norte). Pesquisadores acreditam que é possível que possa também haver geisers e vulcões naquela superfície acidentada.

Em uma conferência de imprensa, a equipe do projeto revelou que Plutão e sua lua, Caronte, são geologicamente ativos.

Caronte, a maior lua de Plutão.

Caronte, a maior lua de Plutão.

O investigador principal da missão, Alan  Stern, explicou que o gelo das montanhas não deve ser composto de metano, e sim de água, o que indicaria abundância deste elemento em Plutão. Nas baixíssimas temperaturas do planeta-anão, o gelo formado por água seria tão sólido quanto rochas.

São importantes descobertas que podem fazer com que algumas suposições sobre atividade geológica em planetas gelados seja reformuladas.

– A coisa mais impressionante que descobrimos é que esta é uma superfície muito jovem. – explicou o pesquisador John Spencer, do departamento de pesquisa espacial do Southwest Research Institute. – Não há uma única cratera de impacto nesta imagem.

As descobertas sobre Plutão têm deixado os pesquisadores animados e surpresos, como fica evidente pela reação de Alan Stern ao ver as imagens pela 1ª vez.

O pesquisador principal da New Horizons, Alan Stern, reage com surpresa ás imagens de Plutão.

O pesquisador principal da New Horizons, Alan Stern, reage com surpresa às imagens de Plutão.

Veja tambÉm...

10 respostas

  1. Roger Dantas disse:

    O ser humano está quase “zerando” o sistema solar! :)

  2. Aproveitando…posso divulgar seus vídeos “espaciais” em meu blog sobre astronomia?

  3. Não sei se fico feliz por viver em uma época de avanços tecnológicos ou se fico triste por não viver numa época de colonização interplanetária.

  4. Marcio disse:

    Show! emocionante…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

PAPO DE PRIMATA precisa ter certeza de que você não é um robô! Por favor, responda à pergunta abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>