A religião é apenas mais uma ideologia

Não importa o quanto a religião seja cara a uma pessoa, ela não necessariamente é sagrada para outros! E, como qualquer ideologia, não está acima de críticas ou de sarcasmo.

A religião não deve receber tratamento especial apenas porque alguns fiéis consideram suas crenças verdades absolutas ou a adotam como referencial às suas existências. Embora possam ser consideradas fundamentais para alguém individualmente, para o outro não passam de ideias.

Alguém que considere uma crítica à sua religião uma ofensa pessoal, não consegue diferenciar indivíduos e ideologias e está a um passo do fanatismo. A aproximação final se dará quando sua reação ao questionamento desta ideia for a revolta e o enfrentamento.

O terror dos recentes acontecimentos na França, com o assassínio de 12 pessoas por fundamentalistas religiosos na redação da revista “Charlie Hebdo “, motivado por caricaturas e charges satirizando o islã, é uma mostra do potencial destrutivo do fanatismo.

No meu vídeo “Respeito“, lançado há pouco mais de um ano e motivado pela reação de religiosos com os vídeos do “Porta dos Fundos“, desenvolvo minha argumentação de que apenas pessoas, e não as ideias,  devem ser respeitadas.

Assista em:
http://youtube.com/watch?v=SRLt7zEOXPE

Veja tambÉm...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

PAPO DE PRIMATA precisa ter certeza de que você não é um robô! Por favor, responda à pergunta abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>