Dr. Drauzio Varella, sobre estupro e aborto

!

Veja tambÉm...

59 respostas

  1. Não só em caso de estupro

  2. Isso é totalmente ilógico. Mesmo que dizer que acidentes de transito encorajam acidentes de transito. Argumento esdrúxulo! Principalmente pelo fato que o objetivo do estuprador não é ter filhos e sim, ter o prazer do domínio.

    • Osni Junior disse:

      Existem pessoas que tem o prazer de chocar o seu carro contra o carro dos outros?

    • De acordo com o Drauzio, aparentemente sim. E não por um transtorno mental, mas por ser um hábito.

    • Eu ia responder vc mas vi q nasceu em 1995 e eh cristao. Daí desisti… #vaidormirnenem

    • Então você quer dizer que NEM EM CASO DE ESTUPRO você é a favor do aborto?

    • Adoro ver os Ad Hominen, delicinha. Estuprador tem prazer em ter filhos sim, vocês são inteligentaços!

    • Ao invés de meditar sobre a merda que esse médico fala, prefere analisar minha idade e minha religião. Esse é o país dos Jeguenios mesmo. Se acha espertao ainda por isso. Ai ai ai

    • Papo de primata, QI de um chimpanzé

    • E o seu QI é tão alto, que abandona argumentos e parte pra “elogios”. Anderson Chaves tem toda razão, bora dormir nenem.

    • Desculpe filha, meu nivel de moralidade se faz a partir do nível de intelecto de quem eu falo. Novamente a pátria dos inteligentes que não consegue ao menos um mínimo de coerência. E quem lê idiotas úteis sem ao menos racionalizar as besteiras que os mesmos falam. Aristóteles manda um abraço!

    • Parei no minha filha….KKKKKKK Tenho 2 que têm mais moral, ou melhor QI que vc nenem….Mas foi bom me fez rir..KKKKKKK Tenha um bomdia SR.DA MORALIDADE KKKKKK

    • Bob Blues disse:

      O cara escreve bem ate, apesar q na net isso eh facil
      So q seus pensamentos sao guiados por Cristo, Deus ou Espirito Santo sei la… Nao ha argumento pra se falar de nada haha

    • Se são guiados por entidades divinas, eu seria um agraciado. Assim Como Newton, Paschoal, Gregor Mendel e tantos outros grandes cientistas

    • Carlos Hüne disse:

      Leonardo Marteganha Falácia do espantalho não vale !! Apelo a autoridade também não !!! Seu raciocínio e sua Moral partem de uma premissa improvável. Basta isso para desmoronar toda sua argumentação. Sorry.

    • Bob Blues disse:

      Hahahahahahahahahahahahahahahahahaha
      Hawking tem pacto cm Diabo entao?
      Einstein n contribuiu mais para a teoria quantica e n foi mais foda pq disse “Deus n joga dados” Pensamentos presos ao divino n tem iluminacao, apenas dogmas inuteis.

    • Usou todo teu vocábulo pra articular isso querido? Onde eu usei de falácias? Shauahauahauah Muito menos criei espantalhos. O Varíola falou uma merda grande e totalmente sem nexo, de que o estuprador tem desejo de engravidar as mulheres. Oi? Isso sim é irracional. Quem usou de espantalhos foram os grandiosos comentaristas, que partiram pro Ad Hominen. Com argumentação batida, ad nauseam, afinal, por eubter 21 anos e ser cristão, meu criticismo quanto às besteiras desse “doutor” não valeriam

    • Hawking? Me diga as grandes contribuições dele pro universo físico. Einstein? Sério? Isso é falado muuito antes dele, inclusive foi um dos pilares para o desenvolvimento do Ocidente. Posso citar muitos outros cientistas cristãos, mas não convém dar pérolas aos porcos, principalmente por se achar inteligente por ser neoateu

    • Falsa simetria comparar estupro com acidente de trânsito. O estupro não é um acidente que acontece alheio a vontade do autor.

    • Tu entendeu que é uma analogia? “Falsa simetria” que expressão debiloide é essa?

    • Tão bom ver “argumentos” de pessoas que acham os donos da razão kkkkkkkkkki

    • Leonardo Marteganha Falsa simetria ou falsa dicotomia é uma falácia argumentativa que usa analogias que não são equivalentes para sustentar um argumento falho. Como por exemplo, comparar acidente de trânsito ao estupro para alegar que um estuprador não possa ser encorajado por leis que os beneficiem. O que é uma analogia ilógica porque no acidente de transito até mesmo o autor sofre danos ao patrimônio, além do acidente ser uma fatalidade. Já no estupro existe a intenção do autor deliberada em se beneficiar com o ato criminoso, sendo assim, leis que o favoreçam são no mínimo possíveis estímulos.

    • Leonardo Marteganha O termo falsa simetria veio do filosofo John Stuart Mill, pesquise e use a lógica antes do insulto pessoal, faz bem para o raciocínio lógico e interpretativo.

    • Eu nem ia responder, mas sabe o que é uma analogia? Segunda vez que pergunto. O grande ponto do Drauzinho Varíola, e acho que a moça não entendeu isso, é dizer que o prazer do estuprador é engravidar as vítimas. Isso é tão absurdamente surreal, que me admira alguém postar isso.
      Principalmente alguém que defendeu esses mesmos estupradores no caso do carandirú. Tem que ser muito imbecil pra não ver a proporcionalidade

    • Ah claro. Daqui a pouco usarei verbetes de Sartre, Boavoiere e Foucault. De filósofo bosta to saturado.

    • sua analogia é mto falha e a falsa simetria está em comparar um acidente de transito ( que é algo intencional) com o estupro ( algo totalmente racional pelo criminoso se concebe esse ato) mas vc, com sua verdade absoluta acha que acidente de transito é comparável ao estupro, deixando os dois casos com o mesmo peso.
      Quer fazer analogias, faça, no entanto use duas coisas equivalentes.

    • Em nenhum momento do texto o Drauzio diz, ou dá a entender, que o prazer do estuprador é fazer filho na vítima. Ele só diz que proibir o aborto em caso de estupro abre um precedente perigoso. Permitindo que um homem force uma mulher a ter um filho seu. Imagine que uma garota quer terminar com o namorado, o cara não aceita e a estupra na intenção de engravidá-la e manter um vínculo com ela. acredite, existem pessoas doentes a esse ponto.
      Mas tudo bem, vc tá perdoado, esse é o país dos analfabetos funcionais, mais de 80% não consegue entender o que lê, não se sinta mal.

    • Releia então, acho que o anafalbetismo funcional pode ser sempre superado, amigo. “Assim qualquer homem pode escolher uma mulher, estupra-la e ter filhos…”. Interpretação de um texto tão simples e claro! E tem gente que quer me refutar discordando da ideia do próprio texto. A Pátria Educadora ataca novamente!
      Segundo: Você adicionou o manter vinculo, algo que o texto não deixa explícito, muito menos implícito. Que tristeza esses comentários…

  3. E isso é só uma das facetas, mas independente dos casos de estupro, nenhuma mulher deve ouvir homens cagando regras sobre o que elas devem fazer com seus corpos.

  4. Vamos combinar que, em uma maioria imensa dos casos, o estuprador não está nem aí pra esse direito também. .. É indiferente.

    Por sorte, o aborto já é permitido nesses casos…
    E a medicação deve ser providenciada imediatamente após a notificação da violência.

    A grande questão é o tempo que a mulher as vezes leva pra notificar a violência e a validade ou não das motivações dela para essa demora.

    Na minha opinião, se passar das 12 semanas, o direito do feto, já podendo ser portador de algum resquício de subconsciencia e sentido tátil, se sobrepõe ao da mulher.

    Não passando das 12 semanas, também na minha opinião, a mulher tem o direito de decidir em todos os casos.

  5. Mas nesse caso a lei já prevê a possibilidade deaborto.

  6. Em caso de Estupro o aborto já é liberado. Não houve irresponsabilidade da mulher, ela foi vítima!

    Em caso de irresponsabilidade, apenas arque!

    • Mesmo em caso de irresponsabilidade ( embora essa seja subjetiva, já que todos os métodos contraceptivos são falhos em maior ou menor grau, e pregar o celibato é uma auto – ilusão ) a mulher tem o direito de interromper a gravidez até que o embrião não se torne um indivíduo com um estado de subconsciencia e sensiencia mínimo pra se tornar sujeito de direitos.
      E quando isso acontece, é a própria sociedade quem define, pois não há uma resposta única que pode ser dada pela ciência.
      Se deixaremos essa decisão ser norteada por valores religiosos ou puramente passionais, e fazê – la valer para todos, mesmo para aqueles que não partilham desses mesmos valores, é a questão posta.

    • Tudo muito lindo na escrita, mas quando o homem não quiser ter o filho, ele terá o mesmo direito ?

      O momento em que o embrião se torna “indivíduo” não é definido, nem pela ciência. Em caso de dúvida, mata?

      Aborto, apenas em casos especiais.

    • Daniel Dcm disse:

      O embrião esta no corpo da mulher… ela deve ter o direito de escolha… se for o caso, em conjunto com o homem.

    • O embrião está no corpo da mulher por causa do homem… Se querem dar para ela o direito de decidir sobre a vida, que o homem tenha o mesmo direito quando ele não quiser!

    • Sexo não é crime e filho não é punição.

    • Bruno Mikulskas, apesar de tudo, concordo com você.
      Se a questão natural dá a mulher o direito especial de decidir quando abortar, o homem deve ter o mesmo direito.

      Não ao aborto físico, mas ao aborto de direitos e obrigações.

      Desde que seja capaz de responder, formalmente, com a mesma rapidez exigida da mulher, pelas causas naturais.

      A questão é como garantir que esse homem, caso arrependido, não tentará voltar atrás e importunar a mulher, reclamando, “”extrajudicialmente””, direitos a que ele já abdicou.

      Por outro lado, não cabe ao homem querer impedir que a mulher aborte, já que ele não pode “assumir a responsabilidade de carregar o bebê no próprio útero”.

      O corpo é dela.

    • Bruno, já como a questão é moral, acho que não apenas a opinião das mulheres é válida sobre a questão do aborto.

  7. Mas e se o filho for o salvador da humanidade, que vai redimir todo o pecado? =]

  8. Já pensou que lindo voltar a época em que estuprador é “perdoado” se casar com a vítima, e ainda ter direitos paternos sobre a criança como pai biológico? Coisa linda não? #sqn

  9. Para o estuprador não pode se aplicar a pena de morte. O inocente da história pode ser executado. A lei nunca alcançará a justiça.

  10. O que tem uma coisa a ver com a outra? O cara é perdoado se o filho nascer? O estupro deixa de ser crime, é? Como isso vai estimular o estupro? Mas que nada a ver. Melhor seria dizer que a mãe ficaria muito traumatizada, que poderia maltratar o filho, sei lá, esse tipo de coisa pra defender a ideia do aborto em caso de estupro. Que viagem. Kkkkkkkkkkk

  11. Esse homem é fantástico, muito à frente de seu tempo.

  12. Algumas pessoas perguntam o que filho tem a ver com estupro.

    Drauzio é médico. Ele atende muitas mulheres que engravidaram por estupro. Em um de seus vídeos, ele afirmou que a imensa maioria dos casos de estupro que ele teve contato, foi ocasionado por homens próximos ou conhecidos das vítimas, que estavam perseguindo-as com objetivo de posse, de ter ela para si.
    Ter um filho com essa mulher, é uma maneira de criar um vínculo obrigatório entre o estuprador e ela. Esse fato é reforçado com os vários casos de estupro do século passado, onde o homem estuprava uma mulher para casar com ela.
    Claro, esse argumento não vale para estupradores de rua, que pegam desconhecidas, mas sim, no caso que citei acima.
    😉

  13. Bruno Jones disse:

    não achei esse lá um bom argumento, mas ainda acho que a decisão do aborto só cabe a mulher…

  14. Sou contra o aborto.
    Assim como tens o direito a vida todos têm.

  15. Márcia Helena Melo, e ele é médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

PAPO DE PRIMATA precisa ter certeza de que você não é um robô! Por favor, responda à pergunta abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>