A parábola do eleitor-torcedor

A escolha de um candidato para um cargo eletivo deveria ser um ato sensato, criterioso e equilibrado. Mas muitos eleitores entregam-se à paixão no momento em que mais precisam ser racionais, colocando o partidarismo, o amor ou o ódio a um candidato como fatores mais preponderantes na escolha de seus representantes.

Este é um problema tão ou mais grave que a ignorância do eleitorado. Eleitores que agem como membros de torcidas organizadas, capazes de qualquer coisa para ver ser candidato eleito, nem que isto signifique mentir, espalhar boatos ou se fazer de desinformado. Vale tudo para colocar seu candidato no poder (ou tirar o adversário de lá)!

E pra exemplificar, uma estorinha real, que mostra a irracionalidade do eleitor-torcedor brasileiro…

Com vocês, mais um vídeo do canal PAPO DE PRIMATA!

https://www.youtube.com/watch?v=ch_stipRK8c

Veja tambÉm...

1 resposta

  1. André Pessanha disse:

    Perfeita colocação! É triste mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

PAPO DE PRIMATA precisa ter certeza de que você não é um robô! Por favor, responda à pergunta abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>