Kanzi, o bonobo que cozinha sua própria refeição!

Kanzi, um bonobo (Pan paniscus) de 35 anos de idade que vive no santuário para primatas Great Apes Trust, em Des Moines (Iowa), já era mundialmente famoso por possuir uma grande habilidade de comunicação com humanos através da linguagem de sinais (ele “diz” cerca de 500 palavras, através de um teclado especial, e entende 3.000 palavras faladas).

Mas ele não pára de impressionar seus tratadores e pesquisadores: Kanzi, também um hábil criador de ferramentas, aprendeu a… cozinhar!

O primata aprendeu há alguns anos a acender fogueiras. Segundo sua tratadora, a Dra. Sue Savage-Rumbaugh, quando era bem jovem, o bonobo adorava o filme “Guerra do Fogo” (isso por si só já incrivelmente impressionante!), tendo assistido centenas de vezes a luta dos personagens, homens primitivos, para controlar o fogo.

Fascinado pela fogueiras que via algumas pessoas acenderem para preparar comida, Kanzi não se fez de rogado: teve a iniciativa de copiar a atividade. Começou empilhando varetas. Logo, aprendeu a riscar fósforos e a fazer fogo. E então, quando descobriu que a comida preparada na fogueira era saborosa, tornou-se um mestre-cuca!

E Kanzi não se limita a preparar sua refeição. Ele também foi ensinado a apagar a fogueira ao final da atividade, para evitar incêndios.

A revista New Scientist levantou a seguinte questão: as habilidades do bonobo se estendem a todos os da sua espécie? É difícil dizer.

Se Kanzi é um fenômeno, ou seu comportamento seria comum se outros bonobos tivessem o mesmo treinamento, ainda é uma incógnita. O que não diminui em nada o nosso assombro!

Veja um vídeo de Kanzi tostando marshmallows:

Veja tambÉm...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

PAPO DE PRIMATA precisa ter certeza de que você não é um robô! Por favor, responda à pergunta abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>