Dialtica

Representação da crucificação na parada gay: seria mesmo desrespeito?

Uma transexual representando uma crucificação em uma parada gay parece ser uma atitude de desrespeito intolerável para alguns religiosos. Ao contrário do que estes religiosos gostariam, este posicionamento só reforça a mensagem passada pelo ato considerado tão “transgressor”.

A crucificação era uma forma de tortura e execução adotada na antiguidade, usada com bastante frequência pelos romanos como uma das mais extremas formas de punição. A morte na cruz, além de lenta e dolorosa, era pública e humilhante, sendo bastante eficaz como um aviso de que determinadas condutas seriam severamente castigadas pelo governo que a aplicava. Incontáveis pessoas foram executadas em cruzes, como Espártaco e os 200 mil escravos revoltosos sob seu comando, além de vários cristãos, como Simão Pedro teria sido. E Jesus de Nazaré.

IMAGEM_NOTICIA_5

No caso de Jesus, a crucificação torna-se mais emblemática pelo fato de sua execução ter sido perpetrada por soldados de um governo pressionado por lideranças religiosas avessas às opiniões do condenado. Desta forma, com alguma frequência seu suplício é representado na cultura popular como uma forma de passar a mensagem de que alguém, ou algum grupo, está sendo alvo de injustiça ou condenação injustificável.

Daí que, uma vez que homossexuais são constantemente vítimas de preconceito e discriminação vindo tanto de fiéis fundamentalistas quanto de lideranças religiosas, faz todo o sentido a crucificação ser representada também neste contexto. E a reação a esta representação acabou corroborando a magnitude do preconceito com os gays.

Convido a aqueles que enxergaram neste ato um desrespeito a pensarmos juntos: há várias obras de arte, incluindo aí pinturas, filmes e clipes musicais, onde artistas representam a crucificação, sendo Jesus interpretado pelo próprio artista ou outra personalidade escolhida por ele. Há também peças publicitárias, como comerciais ou capas de revistas, utilizando-se da mesma estratégia de adoção de personagens reais ou fictícios para representá-los como crucificados. Alguns destes “cristos” estão longe de serem considerados santos e, embora eventualmente haja uma ou outra reclamação, no fim das contas a situação acaba sendo considerada apenas uma obra de arte ou jogada de marketing.

Porém, quando o “cristo” é uma transexual em uma parada gay, a coisa parece mudar de figura, e a representação da crucificação passa a ser uma falta de respeito intolerável!

É como se o próprio Satã estivesse ali zombando do Cristo supliciado!

Por que? A resposta é evidente: porque o crucificado não segue o padrão que é considerado o único aceitável por estes religiosos. Note que não estamos falando dos religiosos em geral, já que várias vozes cristãs já demonstraram que não concordam com este posicionamento intolerante e homofóbico, mas justamente daqueles fundamentalistas que consideram uma afronta ver uma crucificação em uma parada gay.

SÃO PAULO,SP,07.06.2015:PARADA GAY/SP - 19ª Parada do Orgulho LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) na Avenida Paulista em São Paulo, SP, neste domingo (7). (Foto: Marcelo Parmeggiani/Futura Press/Folhapress)

Ou seja, a mensagem passada é visceralmente verdadeira! Ao condenar a representação da crucificação apenas porque a mesma foi interpretada por uma transexual em uma manifestação de protesto contra a homofobia, alguns religiosos apenas confirmam seu preconceito por considerarem aquilo uma abominação e uma afronta ao seu credo.

Eu os lembraria de que Jesus de Nazaré nunca condenou os homossexuais. Pelo contrário, segundo o próprio credo cristão, Cristo teria protegidos as minorias, tendo defendido uma prostituta de um apedrejamento e se posicionado contra os intolerantes de seu tempo. O velho testamento, claro, condena os homossexuais, da mesma forma que proíbe que se coma camarão ou que se vistam roupas com mais de um tipo de tecido. Mas estas condenações caíram por terra frente ao mandamento único proferido por aquele que é considerado por eles mesmos, os cristãos, o filho de Deus encarnado e crucificado pelos intolerantes. Um princípio que ecoa como uma das mais poderosas mensagens de tolerância de todos os tempos: amai-vos uns aos outros!

Que tal seguir este belo conselho?

Este texto, como os das demais colunas opinativas do portal, é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente o ponto de vista dos demais colunistas ou do papodeprimata.com.br.


David Ayrolla

David Ayrolla

David Ayrolla é carioca, mas tem dúvidas se nasceu no planeta certo. Cético até a medula, vê na ciência e na filosofia as melhores ferramentas para a compreensão do universo. Vlogger do canal PAPO DE PRIMATA, tem como principais hobbies cinema, literatura e discussões acaloradas com os amigos (de preferência, regadas a cerveja bem gelada).

Veja tambÉm...

37 respostas

  1. Não pode exigir inteligência de evangélicos, moderador…

  2. pessoal nem sabe do velho testamento. deveriam conhecer… gente alienada

  3. Leo Macedo disse:

    Achei desnecessaria. Não vou entrar no mérito de ser arte ou representação. Achei uma provocação desnecessária. Agora deu o direito a eles colocarem, por exemplo, uma mulher queimando na fogueira, na proxima marcha pra Jesus. Se alguem reclamar vão falar que é “arte” Razão não funciona com os crentes. A única coisa que funciona com eles é o desprezo. A parada GLS era mais legal antes, quando era focada na alegria e não no ativismo.

  4. Achei que isso foi um protesto pacífico que deve ser respeitado e em hipótese alguma censurado!
    Mas acho que haveria outras maneiras de fazerem protestos mais impactantes e inteligentes sem “cutucar a ferida” dos cristãos.

    Porque apesar de o protesto ter uma causa nobre, ele criou um motivo para “lideres radicais cristãos” manipularem seus servos à acreditarem que os gays são todos “devassos, desrespeitosos e rebeldades”, reforçando assim o preconceito e o ódio, fazendo cada vez mais difícil manter uma linha de diálogo entre os LGBT e os cristãos e por consequência, fazendo ficar mais difícil a obtenção dos direitos básicos dos primeiros, que é — ou deveria ser —, um dos principais motivos de toda essa confusão!

    • e você acha mesmo que tem como ter conversa com os cristãos? eles sempre inventam desculpas para tirar direitos dos homossexuais. Olha como vivem caluniando jean Wyllys, o associando até com pedofilia. Nem tem conversa com esses fanáticos.

    • Como tu bem disse, não há como ter conversa com fanáticos mesmo! Mas os mais importantes são os milhões de cristãos que sustentam o poder desses fanáticos, e que são muitas das vezes persuadidos e manipulados à acreditar no que seus líderes acreditam.

      Se as ações dos gays conseguissem limpar esse estigma de que eles são todos “devassos, desrespeitosos e rebeldes” do imaginário dos servos, seus líderes seriam forçados à mudar de opinião também — e mudariam facilmente de opinião, visto que é melhor engolir o orgulho e o preconceito do que perder os milhões que entram em suas contas todo mês!

  5. Bruno DL disse:

    Gente eles foram infelizes em usar imagem de maneira pejorativa do ser mais venerado desse planeta e galáxias rs nosso Brasil não é país laico pois em nossa moeda tem frase “Deus seja Louvado ” e fim deve ter muita gente calada mais querendo dar troco por essa blasfêmia existe países que estão em guerra em nome desse Deus então Deus e o único ser que está acima da razão pois por ele homen age pela emoção isso em qualquer lugar ou época está registrado em nossas história então quem for inteligente não use nome de Deus em vão. E fim de papo

  6. emerson.video@hotmail.com disse:

    Quero deixa minha opinião, acredito muito na palavra de Deus. Mas vejo essa cena não como arte até porque se fosse uma arte não seria logo numa parada Gay. Vejo como um confronto ao cristã. Na própria palavra de Deus. O senhor pedoa aquela mulher de um adúlterio, mais ele o próprio seus destrói Sodoma e Gomora ,porque era pecado homem com homem e mulher com mulher. O senhor ama a todos . Mas não aceita esse tipo de pecado. E isso, mas as pessoas escolhe seu caminho. Mas só tem um caminho Deus.

  7. Leo Borlido disse:

    Jesus não condenou os gays? E a respeito do antigo testamento ele disse isso: Não penseis que vim revogar a lei ou os profetas; não vim revogar, mas cumprir. ( Matheus 5:17) Pois vos digo que se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus. ( Matheus 5:20). Pra mim era um profeta fanfarrão!

    • Jonatas Buday disse:

      Ao mesmo tempo em que diz isso, ele condena o apedrejamento e pagar com a mesma moeda(coisa ditada pelas leis de profetas passados), acredito que essas contradições são adulteraçoes nas escrituras feitas ou pela igreja católica ou por constantine no concilio de nicéia.

  8. Cristãos que se espelham no Evangelho, e seguem interpretando e vivendo o ensinamento por ti bem lembrado : “Amai-vos uns aos outros” são raros mas ainda existem. A verdade é que o cristianismo no Brasil está sendo esculhambado e colocado cada dia mais em descrédito pelo pentecostalismo importado dos USA com todas as suas ramificações e divisões. Um raro exemplo de cristão coerente é o do Padre cujo link coloco aqui para que entendamos que não podemos generalizar, se bem que os coerentes, incluindo também a obra do Padre Paolo Parisi, da Paróquia Nsa.Sra. da Paz, no Glicério, em Sampa, e que acolhe imigrantes haitianos, são cada vez mais reduzidos e em extinção. — http://www.facebook.com/sociedaderacionalista/photos/a.263168090360375.76314.262089597134891/1018913624785814/?type=1&theater

    • É verdade! Acho que a Igreja deveria combater cânceres como o Valdomiro e RR Soares. Não sei se estou certa citando nomes, mas pessoas como esses dois distorcem o Evangelho e denigrem a imagem da Igreja. O grande problema é: por que as pessoas seguem a esses caras? O que elas buscam? Não sou a favor de nenhum tipo de agressão seja de qualquer lado ou de qualquer tipo. Acho que, acima de tudo, deve haver respeito.

    • Sra. Raquel Quequel Queques Bruttal : não entendi no vosso comentário a qual Igreja estais referindo, qual “Igreja” deveria estar à frente no combate aos charlatães (estais usando a palavra Igreja com “i” maiúscula, sem especificar qual). Conforme a resposta , de qual Igreja, continuarei nosso raciocínio sobre esse tema que é uma das maiores feridas neste País. Saudações.

  9. Isso aí David, mas o que me deixa puto são essas pessoas que acham que os gays não devem fazer tal coisa para não mexer com a ferida dos cristãos, puta merda, o simples fato de uma transexual estar representado a crucificação é exagerado? É cutucar os cristãos? E se fosse um negro crucificado? Se fosse um índio? Se fosse um rastafári? Por favor, aceitem que vocês se encomodam por puro preconceito, que não aceitam e não vão aceitar.

  10. Achei desnecessário ,e não sigo nenhuma religião

  11. Antonio Alberto Mendes Ferreira disse:

    .
    Esses menin@s NÃO conhecem limites …
    É nisso que eles pecam !!!
    .
    Compreendemos a ” dor ” que sentem ao serem penetrados em seu íntimo , mas …
    NÃO precisavam usar esse símbolo tão agressivo à fé do Ocidente.
    Mexeram com a metade do Planeta…
    É muita irresponsabilidade !!!
    El@s não têm limites …
    .
    Porém esses menin@s, ou seus WEB DESIGNERS, precisam respeitar o limite do razoável…
    Já são reprovados por seus ” gostos extravagantes “, começaram ganhar a simpatia da Sociedade; agora, num clímax de libido anUal -parada gay-, pisam no tomate, jogam caca no ventilador e agridem a fé de quem começou a simpatizar com el@s ???
    Ah !!! Convenhamos …
    É MUITA BURRICE , OU , PORRA LOKICE …
    .
    O problema em tela , é que os menin@s são DEBOCHADOS e DESRESPEITOSOS…
    Tem tantos outros exemplos de mortes ou mártires que poderiam ser usados, mas, seus ORGANIZADORES / APROVEITADORES fizeram valer o traço característico de suas personalidades: o DEBOCHE e o DESRESPEITO …

  12. Vitão Silva disse:

    eu entendo nada contra, sei que ela não fez por mal, mais ela deveria saber que todas religião tem seus fanaticos e mexer com essa gente é ruim pra cabeça e ela foi testa a sorte acabou morrendo, quer brinca com jesus, da nisso os fanaticos não são jesus não, aliais nenhum humano é igual foi jesus, justo e piedoso, esses gays ai tão brincando com fogo em kkkkkkkkkkk

  13. Mathias disse:

    Texto lindamente redigido. Parabéns ao autor, sobretudo, pela mensagem ao final: Amai-vos uns aos outros.

  14. Não me ofendeu nem um pouco.

  15. José Geraldo disse:

    Texto incrível e lúcido, pena que nem todos entenderam a mensagem, vide os comentários…

  16. Rachel Feijó disse:

    Todo excesso é desnecessário, seja para qualquer situação.

  17. Tiago Lacerda de Carvalho disse:

    Gente sou cristão creio na biblia. e a biblia é clara. gostaria de deixar um recado para os cristãos. DEUS É QUE SE DEFENDA. alis ele nos ensina a perdoar para sermos perdoados. se lembra da passagem da prostituta? quem não tem pecado atire a primeira pedra? vejo Hoje um monte de cristão feito os fariseus daquela época querendo condenar o pessoal da parada gay. isso é Problema de DEUS. não somos no´s que vamos condenar julgar ou justificar ninguém, É DEUS então não vamos Atrapalhar o Serviço dELE Não. O nosso papel é acolher todos aqueles que precisam da ajuda do evangelho, mas como esses pessoas vão chegar até agente se sempre estamos com as mãos cheias de pedras.

  18. Rodrigo Aguiar leia com atenção! (Informação de qualidade) rs

  19. Filosoficamente “religiando” pode se empurrar qualquer analogia pra qualquer atitude! Não sei pra que tanta necessidade de aprovação. Faz o que quer! E foda-se todo o resto, caraio!

  20. Ká Nogueira disse:

    Dr. Marcus Vinicius Tieppo Rodrigues…olha do que falamos aquele dia.

  21. Giovane disse:

    Achei o artigo meio tendencioso. Entendo o lado dos homossexuais, assim como também entendo o lado dos religiosos. Eles têm todo direito de se manisfestar, mas neste caso especificamente, fizeram para provocar. Assim como também no episódio em que alguns manifestantes colocaram o crucifixo no rabo, pô ta de sacanagem. Se querem respeito, comecem respeitando também. Há muitos religiosos que acham um absurdo a igreja descriminá-los deste jeito e fazendo este gesto no crucifixo, acaba tocando em algo que para os cristãos é muito valioso, a imagem de Jesus Cristo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

PAPO DE PRIMATA precisa ter certeza de que você não é um robô! Por favor, responda à pergunta abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>