Carnotauro

Carnotauro
(Carnotaurus sastrei)

Touro carnívoro! Este é o significado em latim do nome científico deste predador que viveu predominantemente na América do Sul, assim batizado por, apesar de se alimentar de carne, possuir uma característica geralmente encontrada em herbívoros: a presença de chifres!

Estes chifres, em conjunto com a forte musculatura do seu pescoço, eram provavelmente utilizados em combates entre membros da mesma espécie. Estudos dos restos destes animais sugerem que estes animais lutavam entre si com golpes rápidos, com empurrões com as laterais dos crânios ou mesmo choque frontal à semelhança do que ocorre com alguns caprinos 1Sub-família de bovídeos que inclui animais como os bodes domésticos e cabras, carneiros, etc. modernos (com os chifres amortecendo o impacto).

O carnotauro podia medir até 9 metros de comprimento e 3 metros de altura, e seu peso podia chegar a 2 toneladas. Com uma constituição bem leve e pés bem adaptados para correr, este animal provavelmente era um dos mais rápidos terópodes. Seu focinho maciço sugere órgãos olfativos grandes e, consequentemente, um olfato apurado. Já sua mandíbula podia abrir bastante e, assim como algumas cobras, deveria conseguir engolir pequenas presas de uma só vez. Podia dar rápidas mordidas cuja força ainda é objeto de discussão: alguns pesquisadores acreditam que o animal não precisasse ter uma mordida muito potente, já que a maioria das suas presas era pequena e, quando fosse necessário abater um animal maior, ele poderia investir repetidamente até abater sua vítima; já outros paleontólogos acreditam que o carnotauro tinha uma mordida tão potente quando a de um aligátor (jacaré americano), que tem uma das mais fortes mordidas dentre os animais existentes atualmente.

Comparação de tamanho entre um carnotauro e um homem moderno.

Comparação de tamanho entre um carnotauro e um homem moderno.

Os carnotauros fizeram parte do grande nicho predatório nas massas de Terra ao sul de Gondwana, no final do Cretáceo (há cerca de 70 milhões de anos). É um dos poucos terópodes em cujos fósseis foram encontrados impressões de pele, marcadas “em negativo” na lama onde estes animais morreram. Com a análise destas rochas, descobriu-se que sua pele era repleta de pequenas protuberâncias com cerca de 5 centímetros cada, separadas por espaços de 10 centímetros. Possuía muitas escamas não sobrepostas de 5 milímetros arredondadas e outras semicirculares ao longo dos flancos.  Alguns pesquisadores acreditam que esta espessa derme poderia ter a função de proteger os flancos do animal durante disputas com indivíduos da mesma espécie ou outros terópodes. Estruturas similares podem ser encontrados no pescoço do iguana moderno, por exemplo, fornecendo uma razoável proteção nos combates entre estes répteis.

Referências   [ + ]

1. Sub-família de bovídeos que inclui animais como os bodes domésticos e cabras, carneiros, etc.

Veja tambÉm...

11 respostas

  1. Fátima Vitório, olha! Um carnívoro com chifres!!!!!!!! Dinos são épicos.

  2. Conheci o carnotauro em “dinossauro” da disney rs eu ganhei o VHS na época, de tanto que gostei rsr. https://www.youtube.com/watch?v=GTc1DqyRzaA

  3. Acho que condições atmosféricas eram muito beneficas aos dinossauros, sários tipos….

  4. Cainan Luyles disse:

    SE TIRAR A CALDA VC TEM UMA GALINHA!

  5. Os dinossauros eles robam a ração das minhas cadelas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

PAPO DE PRIMATA precisa ter certeza de que você não é um robô! Por favor, responda à pergunta abaixo: * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>